Logon 21 chapada-dos-veadeiros.aspx

    ​​Dicas do que fazer na Chapada dos Veadeiros


    Ter um carro na Chapada dos Veadeiros é a melhor opção para desbravar o máximo da região, afinal são muitas atrações e cachoeiras para explorar no parque, que está dividido entre diversas cidades no estado de Goiás.​ As principais bases para quem vai visitar o parque são Alto Paraíso (pouco mais de 250 quilômetros do aeroporto de Brasília ) e São Jorge (mais 30 quilômetros de estrada). A primeira tem um quê místico, além de melhor estrutura turística, enquanto a segunda vai por um caminho mais alternativo e, apesar de confortável, é mais rústica. Você pode escolher onde ficar de acordo com o seu estilo ou da sua viagem, mas também de acordo com a distância das atividades que pretende colocar no seu roteiro. Tem tanta coisa para fazer que quanto mais você economizar nos deslocamentos, mais vai conseguir aproveitar. ​​​

     

      Para quem fica em Alto Paraíso
      Esta região é cercada de cachoeiras, que são perfeitas para abrir a sua programação. Separamos 3 delas que não podem ficar de fora do seu roteiro: 

       
      Cachoeira Loquinhas
      O visual de impressionar: pedras coloridas, cobertas por água cristalina, cercado por muita vegetação. Na alta temporada costuma ficar cheia, pois o local é superacessível (tanto para chegar até lá, quanto para se deslocar internamente), ideal para viajantes de todos os perfis.

       
      Cachoeira de Almécegas
      Na Fazenda São Bento, a apenas 3 quilômetros, não exige esforço algum e proporciona o acesso a três cachoeiras: as Almécegas I e II, além de outra que leva o nome da propriedade onde todas elas estão situadas.

       
      Catarata dos Couros
      São 18 quilômetros até o início da trilha de nível intermediário que vale cada minuto de esforço. Além da grande atração, a catarata, vale pelo trajeto, com diversas quedas d’água lindas e uma mão na roda para quem quiser se refrescar.

      Conteúdo criado por PLOT CONSULTORIA DE VIAGENS.
      ​Para quem fica em São Jorge
      Se a sua ideia é explorar a natureza e deseja ficar por um período maior, São Jorge guarda paisagens e experiências de tirar o folêgo. 

       
      Parque Estadual da Chapada dos Veadeiros
      Bem próximo de São Jorge, é um dos carros-chefes do turismo local. Para conhecer de ponta a ponta, melhor reservar dois dias, um para cada uma das trilhas que cruzam o parque (uma com 12 e outra com 8 quilômetros, contando ida e volta, ambas repletas do que ver). ​
      ​Vale da Lua
      Também pertinho de São Jorge e outro dentre os lugares mais visitados da região, ganhou esse nome pela semelhança com a superfície lunar: diversas crateras formadas pelo atrito da areia levada pelo rio (e, claro, algumas piscinas naturais para ajudar a amenizar o calor do serrado). 

       
      Cachoeira do Segredo
      A trilha de 16 quilômetros (ida e volta) que leva até a queda d’água de 115 metros que é de arrepiar. O trajeto é coberto por bastante vegetação, o que ajuda a proteger do sol forte, e cruza um rio mais de 10 vezes, portanto é recomendado contratar um guia.​ ​