Logon 6 ilhas-galapagos.aspx

Dicas de viagem

Ilhas Galápagos

- Localiza

O arquipélago de Galápagos, a mil quilômetros da costa equatoriana, é a segunda maior reserva marinha do mundo. A região será sempre lembrada pelo trabalho de Charles Darwin. O naturalista britânico observou a fauna local em 1835 e escreveu o livro A Origem das Espécies, que mudou para sempre as discussões sobre a teoria da evolução. Atualmente, o arquipélago reúne esforços para a preservação do habitat, uma vez que sua população cresceu 300% em duas décadas e o número de turistas quadruplicou no período. Com isso, o Parque Nacional Galápagos cobra altas taxas e limita o número de visitas diárias a cada ilha. Além disso, só 3% do território são habitados.  Santa Cruz, principal ilha de Galápagos, São Cristóbal, Isabela, Floreana e Baltra são as únicas com desembarque e permanência permitidos para visitantes.


O que fazer nas Ilhas Galápagos?
Para quem gosta de observar animais, é possível ver iguanas, leões-marinhos e tartarugas-gigantes centenárias nas 13 ilhas principais, além de grutas, vulcões ativos e belas praias com opções de mergulho.

Como chegar às Ilhas Galápagos?
A principal porta de entrada para as ilhas é pela ilha de Santa Cruz, servida pelo aeroporto de Baltra. O local com as melhores acomodações turísticas é Puerto Ayora, de onde sai a maioria dos passeios.

Galápagos pode ser visitado em qualquer época do ano. Você só deve checar as condições climáticas antes para saber qual paisagem irá encontrar. A alta temporada é entre meio de junho e começo de setembro e de meio de dezembro até meio de janeiro. Recomenda-se uma permanência mínima de uma semana.