Dicas e roteiros de viagem

Venha se inspirar a embarcar no seu próximo destino.

O que fazer em Maceió - dicas de passeio

Saiba o que fazer em Maceió

Maceió é um dos destinos turísticos mais apaixonantes do Nordeste brasileiro. Não é à toa que a cidade é chamada de ”paraíso das águas”. A capital de Alagoas é rodeada por piscinas naturais e muita beleza. Além disso, seus pontos históricos e culturais também atraem visitantes. À noite, baladas completam o roteiro desse lugar paradisíaco!

São tantas opções de o que fazer em Maceió que uma boa ideia para não perder nada é alugar um carro. Dessa forma, você tem mais liberdade e consegue visitar diferentes locais em um dia. Outra boa pedida é planejar roteiros fora da cidade, mas que ficam próximos e podem ser feitos em um bate e volta. Confira mais dicas a seguir!

 

Piscinas naturais

A nossa primeira sugestão é imperdível: visitar as famosas piscinas naturais da Praia de Pajuçara, que se formam na maré baixa e são deslumbrantes. No entanto, é importante se informar sobre o melhor horário para explorar essa beleza, conferindo a tábua das marés. A informação também pode ser conseguida no hotel ou com um dos jangadeiros que costumam levar os turistas a esse paraíso.

O passeio começa em uma jangada rústica e leva cerca de 10 minutos até alcançar as águas cristalinas e quentes das piscinas naturais. A Praia de Pajuçara é a mais popular de Maceió e fica próxima de vários pontos turísticos do local.

Uma superdica: após verificar o horário da partida das jangadas, aproveite para dar uma volta e explorar todas as belezas da região.

 

 

 

Feirinhas de artesanato

Na Feira de Artesanato de Pajuçara você encontra diversas opções de artesanato, como redes, camisetas, roupas de renda, ímãs de geladeira, brinquedos em madeira e muito mais. É uma ótima oportunidade para comprar lembrancinhas para presentear familiares e amigos e levar uma recordação dessa viagem inesquecível.

Outra indicação é o Mercado Central, localizado no Centro da capital alagoana. São 250 lojas em um pavilhão muito bem organizado e com preços mais acessíveis, por estar fora dos pontos turísticos.

 

Balada na Praia de Ponta Verde

Quer saber o que fazer em Maceió à noite? Aposte nas baladas da Praia de Ponta Verde. Com propostas diferenciadas, a barraca de praia Lopana e o Kanoa oferecem serviços com luxo e sofisticação na areia da praia.

Os dois locais contam com DJs tocando ao vivo, fazendo do espaço uma balada ao ar livre. Porém, de um lado, você encontra cadeiras e guarda-sóis, enquanto, do outro, uma área fechada e climatizada servindo pratos de frutos do mar. Um glamour só!

Aliás, passeando pela orla de Maceió, você também encontra diversos bares e restaurantes que agradam a todos os gostos.

Centro Histórico

Na sua lista de o que conhecer em Maceió precisa constar o Centro Histórico. Afinal, a cidade não é só praia e sol. A história da capital alagoana é contada também na arquitetura dos seus prédios, nos seus museus e nas suas igrejas.

Esse trajeto pode ser feito a pé, passando pelos principais locais: a Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Pretos, o Instituto Histórico e Geográfico de Alagoas, a Igreja Bom Jesus dos Martírios e o Museu Palácio Floriano Peixoto (MUPA).

 

 

Praia do Gunga

Sua viagem será mais curta e quer saber o que fazer em Maceió em 3 a 5 dias? Coloque no seu planejamento visitar de carro a Praia do Francês, Barra de São Miguel e a Praia do Gunga. São locais paradisíacos, próximos e excelentes para você relaxar e explorar.

A Praia do Gunga, por exemplo, é famosa por seus muitos coqueiros. O passeio tem saída com destino à Barra de São Miguel, onde tem uma travessia de barco. Nesse trajeto, você se encantará com a paisagem da Lagoa do Roteiro. No mirante, você vai registrar fotos maravilhosas, tornando a viagem inesquecível!

 

Paripueira

Vai ficar um período maior? Então precisa ir até Paripueira, que é um município da Região Metropolitana, distante uns 30 km de Maceió, no litoral Norte.

Localizada na Costa dos Corais, no parque Marinho Municipal, é a segunda maior reserva de corais do mundo e é considerada um paraíso por causa das suas águas mansas e pouco profundas. A cidade turística tem como atração suas piscinas naturais.

Trata-se de uma praia bem longa que tem areia fina, ideal para quem curte observar a fauna nas piscinas naturais que se formam na maré baixa. Ao mergulhar nas águas cristalinas, é possível ver peixes, corais e ouriços.

Mas, lembre-se: ao programar o passeio, consulte a tábua das marés ou peça informação no hotel.

 

O que fazer em Maceió em 7 dias?

Se tiver mais tempo, coloque no seu roteiro o ”Caribe Brasileiro”, Maragogi, que está a cerca de 124 km de Maceió. A cidade é um paraíso, famosa por atrair viajantes do mundo inteiro por suas águas cristalinas e paisagem paradisíaca.

Você pode curtir seu dia relaxando no mar. Também é possível fazer um passeio de buggy ou até um tour panorâmico. De acordo com a tábua das marés, você consegue programar o passeio de catamarã para desvendar as piscinas naturais.

Além disso, a região de Maragogi tem fazendas históricas, do tempo da economia açucareira, e algumas podem ser visitadas. Outra atração, que fica a aproximadamente​ 20 km de distância, é a visita para conhecer os peixes-boi na Associação do Peixe-Boi de Tatuamunha. É um lindo projeto de preservação e manejo dessa espécie ameaçada​.

Outro paraíso alagoano é formado entre a Praia de Duas Barras e o Rio Jequiá: as Dunas de Marapé, que fica a 60 km de Maceió, têm sido consideradas pela imprensa especializada como uma das dez praias mais lindas do Brasil. A cidade é dona de uma beleza exótica e está no litoral Sul. É um luxo: você pode se banhar em água doce do rio e, logo em seguida, tomar um banho de mar.

No local, tem manguezal em volta da orla, que se tornou um abrigo para muitas espécies de peixes, crustáceos e moluscos. Além de se encantar com as belezas naturais da região, você conta com os passeios do Circuito Pau de Arara e da Trilha dos Caetés.

 

Leia mais:

Um paraíso chamado São Miguel dos Milagres

Bobó de Lagosta direto do mar de Alagoas